Arte visual

Paulo Tajes Lindner

Dados da edição:

Mafuá, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, n. 19, 2013. ISSNe: 1806-2555.

Como citar este texto?

Sobre os autor(es):

Contato: ptlindner@hotmail.com — www.paulolindner.com.br

“Cacos da Mata é um “grito” de socorro pelas nossas florestas. O seu conceito é a reciclagem de materiais e, neste sentido, utilizo lonas usadas de caminhão para pintar as minhas obras que, por sua vez, são uma crítica ao atual modelo de desenvolvimento da humanidade que, com o crescimento desordenado das cidades, vem exercendo uma forte pressão em cima das áreas florestadas. Por outro lado, é um pedido para que as pessoas reflitam sobre o papel de cada um no contexto Homem x florestas, uma vez que, é delas que vem a nossa qualidade de vida, através do ar puro, da água, a fertilização dos solos, o controle das cheias e dos processos erosivos, a beleza cênica, dentre inúmeros outros benefícios que as florestas nos proporcionam.

Eu utilizo tinta acrília e, os temas são a fauna e a flora das florestas. Originalmente, Cacos da Mata era feito a quatro mãos, onde, eu fazia as pinturas e a artista Ana Beatrís Raposo, a fusão de vidros reciclados. As peças vítreas são “costuradas” nas lonas. Atualmente, estou somente pintando nas lonas, ou melhor, Cacos da Mata fase II.”

Cai Cai Balão

Cai Cai Balão

Dodô

Dodô

Sem Florestas

Sem Florestas

criacoes4

Serpente

Tatuzinha

Tatuzinha

Tutucana

Tutucana

Tutucano

Tutucano